Panqueca também sem ovos!

Panqueca matinal também sem ovos! Recebo muitos pedidos de pessoas que vem descobrindo sensibilidade aos ovos, e mesmo para quem não tem, é interessante variar nos alimentos, então que tal uma panquequinha que pode ser para o café ou até para uma refeição principal!
1 cds de psyllium (ou farinha de chia ou linhaça)
1cds farinha de amêndoas (ou outra)
2 cds de farinha de beringela (ou outra – usei essas para ser low carb, mas a opção é sua, pode usar de arroz, sarraceno, grao de bico etc)
1 cdc azeite de oliva (ou ghee ou oleo de coco)
1 pitada de sal ou 1cdc de açúcar de coco ou outro
Temperos a gosto – usei orégano
Quanto baste de água para a massa ficar cremosa mas vom liga (cerca de 2/3 xic)
Misture tudo ate ficar homogeneo e espessar para quando formar o gel. Leva na frigideira em fogo baixo deixe tostar de um lado e vire. Esta pronto!

IMG_4550.JPG

Lasanha de siri com massa de pupunha

Aqui em casa nos amamos palmito pupunha, faço muitas coisas com ele como espaguete, refogado com legumes e lasanha! Para quem nunca provou, o palmito pupunha fresco tem um sabor e textura diferente dos palmitos em conserva que que estamos acostumados. Ele é crocante e com sabor neutro.

IMG_4282.JPG

É importante saber escolher e descascar o palmito!
Quando se encontra a peça inteira ele é grande e do tamanho de um braço mais ou menos. Mas você pode encontrar cortado ao meio então é legal saber:
O palmito tem apenas o centro macio e comestível, a outra parte é fibrosa e você deve descascar!
O palmito em seu comprimento no interior (parte comestível) tem a base larga e vai afinando, por isso é sempre importante olhar as pontas quando for comprar (digo ele cortado ao meio), para comprar a parte mais larga, pois se comprar a parte mais fina, estará pagando o mesmo preço por muito menos palmito! Mas caso compre o inteiro so se preocupe em olhar as pontas para ver se não estão mofadas!
Como descascar:
Agora é força no muque! Hahah!
Você deve passar a faca para cortar a primeira camada, com força e cuidado, vá “descolando” o palmito da casca, retire essa primeira canada.
Para a segunda camada faça a mesma coisa, e assim sucessivamente. IMPORTANTE: a casca vai começar a quebrar mais perto da base mais larga, e é normal e necessário! A casca vai se quebrar onde o palmito é mais macio!
Corte também as duas pontas pois elas ficam muito expostas.
Você irá reparar que a base larga do palmito é “inteira” e a parte de cima desfia e com camadas.
Seguem algumas fotos:

IMG_4431.JPG
Aqui vocês podem ver as duas pontas do palmito. A parte mais fina, que tem apenas o seu miolo macio e comestível e a outra ponta é a base que é toda macia e a parte que usamos nessa receita.

IMG_4430.JPG
Ficará dessa maneira depois de cortado.

IMG_1497.JPG
Aqui uma imagem do palmito descascado e cortado para espaguete.

Explicado sobre o palmito, vamos a receita! Para a lasanha você irá utilizar essa base inteira, ela será a sua massa!

Ingredientes:
1 palmito pupunha (base inteira)
500g de carne de siri (se compra já desfiada) – pode fazer a lasanha do que quiser
1 cebola picada
3 dentes de alho
Suco de 1 limão
1 tomate bem picado
100 ml de leite de coco
Manjericão fresco ou a erva que quiser
Sal a gosto
Óleo de coco ou outro para refogar
Para o molho branco (receita aqui no blog)
1/2 cebola
2 dentes de alho
1 xícara de castanhas de caju ou amêndoas hidratadas
Água
Noz moscada e sal a gosto
Biomassa ou alguma farinha para espessar.

Modo de preparo:
Para o palmito: corte em fatias finas a base do palmito. Ferva água, jogue as fatias e deixe por 3 minutos, escorra e reserve (podem ser congeladas assim).
Para o siri: refogue a cebola e o alho, lave a carne de siri e deixe escorrer bem depois adicione para refogar junto. Adicione os tomates e o suco de limao, coloque o leite de coco, o manjericão e acerte o sal e temperos. Reserve.
Para o molho, faça o leite vegetal, refogue a cebola e o alho adicione o leite e acerte os temperos, espesse com biomassa ou fécula ou polvilho doce.

Montagem:
Coloque uma colher do molho e espalhe bem, faça camadas com a base do palmito, coloque o siri e repita. Gosto de 3 camadas. Finalize com o molho e orégano. Leve ai forno até começar a ferver. Retire e sirva!

IMG_4261.JPG

Fica simplesmente incrível! Uma receita mais elaborada mas maravilhosa, façam pelo menos uma vez na vida! Hahah
Beijos!!

Brownie de banana

Ou gente!! Postei essa receita no instagram e na página do face a uns dias e vim aqui postar para quem não tem acesso a esses meios e acaba vendo mais o blog! Quem fez ja aprovou! Haha
” Sabe quando uma receita da errado mas da certo? Então, foi esse bolinho ai! Bolinho de banana e canela sem ovos, gluten e lacteos que embatumou e virou “brownie” mas ta uma delícia! A caldinha é um “leite condensado” de leite de castanha de caju, açúcar de coco e biomassa! Se ta bom? Ta uma otimo! Por isso vou passar a receita mesmo assim, vai que mais alguem quer fazer um bolinho errado ne?! Hahaha “

IMG_4228.JPG

Brownie de banana
Faça 3 colheres de sopa de gel (fiz com psilium e chia, cubra com agua e espere virar um gel. É rapido) -pode usar linhaça também
3 bananas (para receitas gosto da caturra por ser mais doce, mas use a que tiver)
1 xic de aveia (tem sem glúten da @monamaorganicos )- ou farinja de quinoa ou amaranto
1 xic farinha de arroz (usei de arroz vermelho use a que tiver)
2 colheres de sopa araruta (ou polvilho doce – tapioca)
1/2 xic de açúcar de coco ou outro
1 1/2 xíc de leite vegetal ou água
2 colheres de sopa de óleo de coco
1 colher de sopa de canela

Modo de preparo:
Bata todos os ingredientes no liquidificador, começando pela banana com o liquido e óleo, depois açúcar, gel e por ultimo as farinhas.
Leve para assar em forma untada e forno médio pré-aquecido até o palito sair limpo!
*nao precisa de fermento! É para ficar embatumado mesmo! E vamos tentar diminuir o fermento no nosso dia-a-dia? Geralmente eles são transgenicos! Para receita com ovos a clara em neve substitui o fermento lindamente, e as sem ovos necessitam de acidez (como vinagre de maça, mas isso será assunto para outro post!
Calda: 1 xic do leite, 1 colher de sopa de açúcar de coco e 1 colher de sopa de biomassa, mexe no fogo até engrossar e be happy!

Espero que gostem, eu devorei! Beijao!

“Queijo” vegano de abobrinha

Ja falei aqui que adoro pesquisar receitas em sites de fora, vou passeando por vários e sempre encontrando opções diferentes e receitas exóticas que sao fonte de inspiração e estudo para criar novos pratos!
Ja tinha postado aqui o queijo de macadâmia (ou qualquer outra castanha), que foi super aprovado por quem fez e me deixa muito feliz, essa é no mesmo estilo, mas com um ingrediente para ninguém poder dizer que se alimentar bem sai caro, rs, abobrinha!!
Vamos pra receita!

IMG_4372.JPG

Ingredientes:
1 abobrinha grande
1 colher de chá de óleo de coco, azeite ou manteiga ghee
1 colher de sopa de suco de limão
1 colher de chá de agar agar BRANCO E SEM CHEIRO – leia, por favor, o post sobre agar agar, vai tirar suas dúvidas! – ou 1 pacote de gelatina incolor (mas como vcs ja sabem o agar agar é infinitamente melhor)
1 pitada de noz moscada
1 colher de cha de sal (a provar)
Temperos que quiser

Modo de preparo:
Descasque a abobrinha (e guarde para consumir!! Eu por ex fiz espaguete de abobrinha com a casca, aqui nós so tiramos pela estética) corte em cubos e leve para cozinhar com agua suficiente para cobrir (é pouca água, deixo bem no limite da abobrinha, não passo a água dela).
Depois de cozida bata no liquidificador e adicione o óleo que usar, o sal e a noz moscada. Bata bem ate virar um creme homogêneo.
Coloque na panela e adicione o agar agar. Como todas as receitas com agar agar, deixe ferver mexendo sempre por 2-3 minutos.
Desligue, adicione o limão misture e coloque em um pote e leve a geladeira!
Espere endurecer e sirva.
Caso use a gelatina, so adicione ela breviamente hidratada como manda a embalagem na parte de bater tudo no liquidificador. Massss alem da questão nutricional, o queijo feito com agar agar você pode derreter ate na frigideira., ja o com gelatina fica liquido se esquentar, então mais uma vantagem para o de agar agar ne?!

IMG_4373.JPG

Espero que gostem! Ja foi aprovado pelo Kolenda’s controle de qualidade hahaha! Beijos!!

Turma extra 2 Sabores da Itália! Ultima chamada, vem com a gente!

Pessoal a procura foi mesmo muito grande, parece que o pessoal realmente amaaa culinária italiana, e funcional então, nem se fala!! Por isso abrimos mais uma TURMA EXTRA do curso SABORES DA ITÁLIA!! Ultima chance pessoal, vem com a gente!!
É em FLORIPA (mas da tempo para quem vem de fora se organizar) SÁBADO dia 13/09! Inscrições e mais informações: NATURALCOOKING@hotmail.com ! Vem gentee que esse é imperdível demais 💚💚 @andrenutrichef

IMG_3959.JPG

“Polenta” de grão de bico

Estou sempre pesquisando novas receitas e ingredientes, passeando pelas pesquisas me deparei com algo que tive que fazer no mesmo momento! Esses palitinhos de grão de bico, que mais parecem uma polenta frita de grão de bico! Uma delícia, e uma nova maneira de consumi-lo! Aproveitando também que por ser um grão ele contém proteína e é uma fonte de carboidrato de baixo índice glicêmico, ao contrário da polenta de milho, bom né?! E suuuuper simples de fazer, olha só:

IMG_3886.JPG

Ingredientes:
1 xícara de farinha de grão de bico (tem que ser a farinha)
2 xícaras de líquido (usei 1 de leite vegetal de coco e 1 de água)
1 colher de cafezinho de açafrão ou curry
1 colher de cafezinho de sal
1 colher de sopa de azeite ou ghee

Modo de preparo:
Misture todos os ingredientes em uma panela ainda fora do fogo!
Leve ao fogo e mexa sempre até engrossar e desgrudar do fundo da panela (ela vai começar a cozinhar desigual no começo, pode parecer que vai empelotar mas continue mexendo e acredite, vai dar certo!).
Depois despeje em uma forma e deixe esfriar na geladeira.
Depois de fria, corte em tiras.
Na foto vocês podem ver dois tipos diferentes: uma foi feita da airfryer (tenho e amo) e a outra grelhada na frigideira! As duas ficam uma delícia! Sirva com maionese de biomassa, de tofu, ou qualquer outro molhinho delicia que tem aqui no blog!

Façam e me contem
Beijos!!