Encomendas de acompanhamentos de Ceia para o Natal!

Atendendo a pedidos, eu em parceria com a minha amiga, e também gastróloga, @mariliavalls estaremos aceitando encomendas de acompanhamentos para a CEIA DE NATAL! Para a família toda ou só para você!
Mais informações pelo email CEIAFUNCIONAL@GMAIL.COM
Estaremos aceitando encomendas até dia 21/12 e os pedidos serão limitados, já que será tudo artesanal e fresquinho, é claro!
Esperamos seu contato!
***VALIDO PARA FLORIANÓPOLIS E REGIÃO

IMG_6283.JPG

Contratando para a Bake doces – Florianópolis

Pessoal como ja sabem estou trabalhando junto com o pessoal da @bakedoces para deixar a Bake cada vez mais saudável para vocês! A Bake está contratando um CHEF DE COZINHA, com interesse em GASTRONOMIA SAUDÁVEL! Marquem pessoas que possam ter interesse nesse cargo! Estamos procurando uma pessoa formada ou em formação que tenha criatividade e muito amor pelos alimentos! Para mais informações e curriculos mandem email para CONTATO@BAKEDOCES.COM

IMG_6132.JPG

Sorbets

O calor já chegou e com ele a vontade de comer tudo gelado, ou sou só eu??
Os sorbets são sempre uma boa pedida, aqui no blog ja tem sorvete de banana, de chocolate… A gente pode usar e abusar da criatividade!
Recentemente ganhei uma Yonanas, que é uma maquina muito legal de fazer sorvete. É só colocar a fruta congelada e pronto, sai na hora um sorvete!
Vou postar aqui dois sorvetes que ja fiz nela:

Abacaxi, manteiga de coco, gengibre, cardamomo e hortelã

IMG_6026.JPG

1/2 abacaxi picado e congelado (congele em uma forma eles separados)
2 colheres de sopa de manteiga de coco @biopora_veg
1 pedaço de gengibre
1 cdchá de cardamomo
1 ramo de hortelã

Bata tudo no processador e sirva. Na Yonanas, passe duas vezes para ficar homogêneo.
Para quem não tiver a manteiga de coco, coloque leite de coco, ou dispense esse ingrediente. Caso não tenha cardamomo use canela, ou o que preferir!

Banana com butiá
Para quem não conhece, butiá é uma fruta aqui do sul que é uma delícia, azedinha e carnuda com uma semente bem grande no meio! Pode substituir por qualquer outra fruta, a banana neste caso que dá a cremosidade.

IMG_5984.JPG

2 bananas congeladas cortadas e rodelas
1 xic de butiá batido e congelado
1 pedaço de gengibre
Hortelã a gosto

Bata tudo no processador e sirva

Espero que gostem, e que instigue a imaginação de vocês para criarem vários sorbets nesse verão!!

Óleo de cozinha – como descartar?

Ainda vejo muitas pessoas que não sabem como descartar os óleos utlizados na cozinha, ou até mesmo os que saem dos próprios alimentos (como do salmão por exemplo) e acabam descartando na pia da cozinha, o que é um perigo para o planeta, para as cidades e até mesmo para a própria residencia. óleo

Para falar com mais propriedade sobre o assunto, pedi para a minha amiga Nicole Schramm, engenheira ambiental, vir explicar para vocês sobre este assunto, afinal, precisamos cuidar tanto do nosso planeta quanto da alimentação (afinal é o planeta que nos fornece o alimento né?!).

171_reciclagem_oleo_cozinha (1)

Segue o texto:

“Os óleos e gorduras são substâncias insolúveis em água (hidrofóbicas), de origem animal, vegetal ou mesmo microbiana, formadas predominantemente de produtos de condensação entre “glicerol” e “ácidos graxos” chamados triglicerídeos. Além de não se dissolver, o óleo é menos denso do que a água e por isso flutua.

Diversos estabelecimentos como bares, restaurantes, hotéis e até mesmo residências descartam o óleo utilizado no preparo de refeições direto no ralo da pia. E isso muitas vezes acontece pelo desconhecimento dos impactos que são causados ao meio ambiente.

Ao entrar em contato com a água dos rios, por exemplo, o óleo permanece na superfície e dificulta a entrada de luz solar, prejudicando a oxigenação da água e consequentemente causando danos aos animais aquáticos.

Quando jogado no solo, o óleo cria uma barreira que o impermeabiliza, impedindo que a água que ali chega seja absorvida.

Já nas redes de esgoto, ou de drenagem de chuva em alguns municípios, o óleo lançado gruda nas paredes da tubulação e funciona como uma cola para os demais objetos, como plásticos, fios de cabelo, fio dental, entre outros. Isto provoca a obstrução das redes, dificultando a passagem de água/esgoto e causando prejuízos. As redes de esgoto quando entupidas podem gerar refluxo, onde o esgoto pode retornar as residências e causar mau cheiro. Já nas galerias de chuva, o entupimento contribui para os recorrentes alagamentos nos centros urbanos.

De acordo com a legislação brasileira e os padrões de qualidade de água estabelecidos, o lançamento incorreto de 1 litro de óleo pode contaminar 20.000 litros de água. Dados de 2010 apontam uma geração de 15 mil litros de óleo usado por cada brasileiro ao ano. Assim, considerando a população brasileira de 202.768.562 de habitantes, a geração de óleo ao final deste ano poderá chegar a 3.041.528.430, ou seja, mais de 3 bilhões de litros. Se o descarte for realizado de forma incorreta, 60.830.568.600.000, ou seja, 60 trilhões de litros de água serão contaminados.

Para evitar todos estes problemas, diversos municípios e instituições criaram programas para receber o óleo usado que pode ser REutilizado em várias situações: produção de sabão, detergente, resina para tintas, glicerina, ração para animais e biodiesel. Portanto, é uma matéria prima e uma fonte de lucro para quem o recebe.

Armazene seu óleo usado em garrafas plásticas, garantindo que não ocorrerá vazamento, e procure o ponto de coleta de óleo usado mais próximo da sua casa ou estabelecimento. Contribua com a qualidade da nossa água. Todos têm direito a um meio ambiente limpo e equilibrado. Por isso cada um PODE e DEVE fazer a sua parte!”

Nicole Schramm
Engenheira Ambiental

Terceiro Almoço Tofuncional na Bake – Culinária Árabe

Dia 15/11 terá a terceira edição do almoço funcional na Bake Doces e Cafe! Desta vez o tema escolhido foi a Comida Árabe, porque não sei vocês, mas eu sou completamente louca por todos os aromas e combinações que acontecem na culinária árabe!

IMG_5702.JPG

O menu como vocês conhecem conta com entrada, prato principal e sobremesa, e desta vez os pratos são:
Entrada:
Salada fatuche com crocante sem glútem e babaganoush

Prato principal:
Quibe assado de quinoa com recheio de queijo labneh (de ovelha – não contém lactose), acompanhado de mijadra integral com cebolaa caramelizadas e hommus tradicional.

Sobremesa:
Arroz doce de especiarias perfumado com calda de damascos e laranja com praliné de nozes e pistache

O que acham?
A Bake fica na rua Tiradendes 223 (mais perto da av Hercílio Luz), espero vocês la a partir das 11:30!
Beijos!!

Casa da Ovelha

Mais uma vez a Casa da Ovelha irá patrocinar o nosso evento Tofuncional na Bake neste sábado, por isso vim explicar um pouco mais sobre os produtos de ovelha, afinal, ele é sim uma melhor opção do que os produtos feitos com o leite de vaca.

iogurtes

Para começar, o leite de ovelha é mais aceitável pelo sistema digestivo humano em comparação aos leites de vaca e cabra, além de ter uma maior valor nutricional.

Ele também é benéfico para o meio ambiente, pois a criação de ovelhas não agride o planeta como uma criação de vacas.

Mas e quanto a lactose? O leite puro da ovelha contém sim uma quantidade de lactose, porém, devido a sua composição total, ela é mais bem digerida, ou seja, alguns intolerantes conseguem consumir o leite de ovelha sem ter desconfortos (isso também acontece com os produtos de búfala). Porém na produção dos queijos e iogurtes, devido ao processo natural de produção, a lactose é inteiramente quebrada, se tornando assim um alimentos naturalmente isento de lactose.

Para saber informações detalhadas sobre os benefícios do leite de ovelha, eles tem no próprio site uma parte com pesquisas cientificas e textos feitos por profissionais da saúde, vejam AQUI .

 

Eu sou suspeita para falar, mas os iogurtes e queijos de ovelha, para o meu paladar são incomparáveis tanto em textura quanto em sabor.

Dessa vez no evento serviremos acompanhando o risoto, assim você poderá dosar o quanto de queijo pecorino colocará no seu risoto, não é demais? Espero vocês lá!

foto 2 (1)