Cursos de 2015!!

Ando recebendo inúmeros emails perguntando sobre os cursos de 2015, então venho trazer novidade!!
Me juntei com mais duas amigas também apaixonadas pela gastronomia funcional, a Isabelle Moura, proprietária e chef da Moa uma padaria sem glúten e vegana em Porto alegre e a Flavia Machioni, que escreve no blog Lactosenao.com para uma tour no Sul do Brasil!!
Estaremos nos próximos meses em Porto Alegre, Florianópolis e Curitiba, por início, com 2 temas diferentes!
Enviem email para mais informações! Estamos super animadas!!
EMAIL: WSFUNCIONAL@GMAIL.COM

Print

Print

FLYER_03

Lula recheada com camarões

Ja que esse post fez super sucesso la no intagram (@amabilekolenda) resolvi postar a receita aqui, afinal, é deliciosa!!

IMG_7867

Antes quero colocar as dicas para cozinhar lulas, ja que é sempre muito perguntado. Vamos la:
– fogo alto e frigideira muito quente (coloque a mão perto para sentir se está bem quente)
– não coloque muitas juntas, se não criam água e cozinham ao invés de grelhar!
– seja rápido! A lula não deve ficar mais de um minuto na frigideira, se não ficará borrachuda (ninguém merece!). Ela encolhe e vc consegue ver rapidinho que está pronta! Coisa de segundos!
Essas dicas também servem para cozinhar camarões!

Vamos a receita?!
Ingredientes:
2 lulas grandes inteiras e limpas
1 xic de camarão descascado
1 tomate
1 punhado de salsinha picadas
1 dente de alho
Suco de 1/2 limão
Opcionais: alho poró, cebola, explore temperos!
1 colher de chá de requeijão de tofu ou maionese de biomassa ou de painço (todas as receitas aqui no blog) *opcional

Modo de preparo:
Tempere as lulas com sal e pimenta e reserve.
Tempere os camarões com sal, pimenta, limão e alho.
Corte os tomates em cubos pequenos e reserve. Pique a salsinha também e reserve.
Refogue o camarão rapidamente (siga as dicas). Retire e refogue rapidamente o tomate.
Pique bem os camarões com a faca.
Em um bowl misture os ingredientes do recheio e acerte o sal.
Recheie as lulas com uma colher pequena e forçando (com cuidado) para rechear ela por completo. Feche com um palito de dentes.
Agora, na mesma frigideira que refogou os camarões (la tem muuito sabor!) esquente muito bem e coloque a lula com cuidado. Deixe 30 segundos de um lado e 30 do outro, vá girando para selar também as laterais.
Coloque em uma tábua, corte e sirva! Pode acompanhar um molho de tomate caseiro (aqui do blog)! Cai super bem!

Deliciem-se!!

Mini Detox Organic Press

Quem ainda não ouviu falar dos sucos prensados a frio, não e mesmo? Eles estão super em alta com a “moda” da alimentação saudável, e por um motivo obvio: eles são incríveis para o corpo!Processed with Rookie
Aqui em Florianópolis, ainda não tinha encontrado uma empresa desse tipo, então quando me deparei com os sucos da Organic Press fiquei animadíssima!!
Recebi então um mini detox dos sucos para fazer.Vira e mexe eu faço uma detox, com alimentos todos veganos e orgânicos por uns dias, mas nunca tinha feito uma líquida. Esse mini detox é na verdade 90% líquida, pois você pode fazer a refeição do almoço (orgânica, vegana e leve, claro).
Eu AMEI fazer esse day detox, amei tanto que já estou pronta para fazer o próximo, deste vez 100% líquida. A Organic Press oferece diferentes tipos de detox além de vender também os sucos a vulsos.
Sobre os sucos, todos são incríveis. A mistura dos sabores são perfeitos e até mesmo se algum deles tiver algum ingrediente que você não goste muito (alô melancia, acho que te amo agora) pode acreditar que você não vai se importar, eles formam sabores diferentes dos sucos comuns, enfim, incríveis mesmo! Eu não senti fome alguma, a não sei próximo da hora do almoço, que é o meu pico de fome messsmo, mas nada que um belo sucão não resolva!

organic press

 

Para falar melhor para vocês sobre os sucos prensados a frio e a detox, pedi para que a Lúcia, uma das fundadoras da Organic Press escrevesse para vocês:

“Um suco prensado a frio é pura nutrição líquida! Este é o processo que garante o maior aporte de nutrientes por mililitro de puro suco por duas razões: primeiro, é um processo de baixa oxidação, ou seja, as hortaliças e frutas são gentilmente prensadas numa grande prensa hidráulica e não pulverizadas (o que aceleraria o processo de oxidação) e segundo, extraímos a parte líquida destes insumos, onde estão todos os fitonutrientes, enzimas e minerais! Deixando a celulose e parte das fibras de fora a absorção destes nutrientes pela corrente sanguínea é muito mais rápida e eficiente! Gosto de ilustrar este processo com o método de extração do precioso azeite de oliva, que para manter todas as suas propriedades deve ser obrigatoriamente prensado a frio. A grande novidade é que agora aplicamos este processo milenar na produção artesanal de sucos, aproveitando assim todo o poderoso potencial nutricional e terapêutico das frutas e hortaliças

O que é um Suco Vivo?
Um suco vivo é um suco que não foi pasteurizado, ou seja, ele não foi aquecido a altas temperaturas. A pasteurização tem o nobre intuito de eliminar germes, porém acaba eliminando uma grande parte dos nutrientes contidos nas frutas e hortaliças, então quando consumimos sucos pasteurizados estamos de certa forma consumindo calorias vazias, vazias pois não tem muito valor nutricional. Isso sem contar os conservantes e estabilizantes e todos aqueles ingredientes impronunciáveis.

Fibras
A questão das fibras é muito abordada quando tratamos dos sucos prensados a frio, pois uma grande quantidade delas é descartadas, porém um suco prensado a frio é riquíssimo em microfibras! 1 garrafinha de 500ml de um suco prensado a frio representa de 35 % a 40% da ingestão diária de fibras recomendada! 1 garrafinha só! Funciona desta forma: para obtermos estes 500ml é necessário prensar cerca de 800g de insumos orgânicos. Se durante um detox ingerimos 6 garrafinhas de suco prensado a frio, você imagine consumir 5 kg de frutas e hortaliças, é fibra além da conta! Precisaríamos de uns 5 litros d´água para dar jeito neste excesso de fibras!

Orgânico
Tem que ser orgânico. Além da questão dos agrotóxicos também queremos chamar a atenção para o fato de que os alimentos provindos da agricultura orgânica são comprovadamente muito mais ricos em nutrientes. E é esta abundância de nutrientes antioxidantes, alcalinizantes e cicatrizantes que faz com que um suco prensado a frio orgânico tenha um maior poder desintoxicante.

O que ocorre durante o detox?
Depende muito do estilo de vida da pessoa, mas via de regra este banho de nutrientes vai mexer com toxinas que estavam a muito tempo sedimentadas em nosso organismo – restos de antibióticos, de conservadores, proteína animal não digerida e uma sérias de químicos – todo essa movimento vai fazer com que uma grande quantidade de toxinas vá para a corrente sanguínea, então é possível sentir um pouco de dor de cabeça. Por este motivo aqui na Organic Press recomendamos um mini detox antes de partir para um detox day, assim o processo é iniciado aos poucos e os efeitos do detox são amenizados.

Qual a frequência que devemos fazer um detox?
Novamente, depende da pessoa! Mas uma coisa é certa, em nosso mundo de hoje todos nós precisamos urgentemente desintoxicar. Os níveis de industrializados com conservantes, químicos, alcool e agrotóxicos em nossa dieta é altíssimo, e muitos cientistas apontam a alta incidência de certas doenças a este estilo de vida. Aqui na Organic Press recomendamos 1 detox day por mês e 1 mini detox por semana. Além disso acreditamos no poder alcalinizante e desintoxicante do suco verde prensado a frio tomado todo dia em jejum pela manha. Isso ajuda o corpo a desintoxicar, aliás desintoxicar é uma coisa que o nosso corpo sabe fazer sozinho, porém ultimamente ele anda precisando de uma ajudinha! : )”

IMG_7800

 

Para saber dos pacotes, onde encontrar ou encomendar o seu é só entrar no site: www.organicpress.com.br

Idéias de sucos

Nas aulas de personal cook é sempre comum pedirem ideias ideias de sucos funcionais (além dos verdes), então decidi sempre compartilhar no meu perfil do instagram (@amabilekolenda) e na página do face (facebook.com/amabilekolendatofucional), mas como sei que nem todos tem acesso a este meio, resolvi esperar reunir algumas para postar aqui! E também vocês sempre podem ver as postagens do instagram aqui pelo blog, elas ficam localizadas aqui do lado direito ->

Sabemos que o suco verde não é interessante para todo mundo, por exemplo pessoas com problemas na tireóide, então é interessante saber que nós podemos sim fazer sucos super saudáveis com diferentes funções. Além do mais é super importante fazer rodízio de alimentos, e não ficar no mesmo suco todo santo dia! Espero que essas ideias inspirem vocês!

Receitas:

Polpa + água do coco verde, 3 cubos de couve (ou 1 folha grande), gengibre, bata tudo e então adicione suco de 1 limão! Adocei com um pouco de stévia!

Suco verde básico

 

Agua e polpa de coco verde, 1 rodela de abacaxi, 1 pedaço gengibre, 4 folhas de manjericão, 1 cds chia e 1 sache power dtox ( da Verdi Funcional)

Suco verde de Abacaxi

Suco verde de Abacaxi

 

Água de coco, 1 rodela de mamão, 1pedaço de gengibre, 1 cdc rasa de curcuma (açafrão da terra), 1 pitadinha de cayena e 1 cds de chia.

Suco Anti inflamatório

Suco Anti inflamatório

1 polpa de açaí,  1/4 de beterraba, 1 rodela de mamão, 1 copo de leite de coco caseiro (no blog),  1 cds chia e 1 pitadinha de cayena

Suco pré-treino

Suco pré-treino

 

1 rodela de abacaxi, 1/2 cenoura, 1cds chia, 1 pedaço de gengibre, 1/2 cdc de curcuma, bato tudo beeem e depois no copo espremo mais 1/2 limão

Suco detox amarelo

Suco detox amarelo

 

Agua de coco, 1 rodela de abacaxi, 1/2 cenoura, 1 punhado de goji berry, 1 pedaço gengibre, 1 cdc curcuma,1 pitadinha de cayena, 1  cds linhaça e suco de 1 limão espremido ao final.

suco de goji berry

suco de goji berry

 

1 sachê power detox Verdi + 1 rodela de abacaxi + 1 pedaço de beterraba + chia + água de coco!

Suco pré treino 2

Suco pré treino 2

 

1 cenoura pequena, 1/2 manga, 1 punhado de goji berry hidratada, água de coco, gengibre e pitada de açafrão!

Suco do Bronzeado

Suco do Bronzeado

 

Espero que gostem das ideias! Beijos!

 

Couscous de Couve flor

Ontem postei no instagram (@amabilekolenda) o Couscous de couve flor da Bela Gil e vim passar para vocês também!

2015/01/img_7366.jpg

Muita gente tem preconceito com a couve flor, mas é só saber usar! Em muitas preparações ela parece qualquer outra coisa, menos couve flor rsrs, como no caso do purê (veja a receita do escondidinho no canal do Cozinha Low Carb – youtube.com/cozinhalowcarb ) e nesse caso!
Muitas pessoas usam ela também para substituir o arroz, o processo é o mesmo dessa receita!
Para este prato, não se prendam nos ingredientes, a couve flor é o principal mas o resto você pode criar com o que tiver em casa!

Receita:
1 couve flor grande
1 tomate picado sem sementes
1 cenoura ralada
1/2 pimentão vermelho
1 xic de edamame (opcional)
1 cebola picadinha
Menjericao a gosto
Azeite
1/2 limão
Sal a gosto

Modo de preparo:
Cozinhe a couve flor por cerca de 5 minutos depois que ferver.
Escorra e bata no processador rapidamente, para ficar assim em pedacinhos (se bater muito pode virar pure).
Separadamente refogue a cebola e o pimentão.
Misture todos os ingredientes, tempere e sirva!
Você pode fazer com o que tiver em casa e ainda adicionar cogumelos (como o da Bela Gil), camarões, etc

Fica super leve e refrescante, além de ser super amigo da dieta, rs!

Bolo de banana com cobertura de manteiga de amendoim

As vezes faço rápidas postagens no instagram (@amabilekolenda) e na página do face (facebook.com/amabilekolendatofuncional) e acabo esquecendo de postar aqui, mas como sei que nem todos tem acesso venho trazer aqui também!
Esse bolinho de banana foi sucesso aqui em casa, espero que gostem!

2015/01/img_7327.jpg

Receita:
3 bananas caturra extremamente maduras (estavam estragando então viraram bolo)
1/3 xic óleo de coco
3 ovos
1/2 xic água
1/2 xic de açucar de coco
1/2 xic de açúcar demerara (particularmente prefiro usar apenas 1/2 xic de açúcar ao todo, mas como tem gente que prefere mais doce, pode usar assim)
1 cdc de canela
Bata todos esses ingredientes no liquidificador.
Coloque em uma travessa e add
1 3/4 xic de farinha de arroz integral OU 1dessa e outra de aveia, ou amaranto etc..)
1 cds fermento
Misture bem e coloque em uma forma untada no forno pré aquecido a 200ºC.

Cobertura de manteiga de amendoim:
3 cds manteiga de amendoim
3/4 xic leite vegetal ou mais se precisar
1 cds açúcar de coco
Bata tudo com o fouet até ficar homogêneo e cremoso.

Espero que gostem! Beijos!!

Terrine de frango – uma boa maneira para substituir os embutidos

Inspirada nas aulas de Garde Manger que tive na faculdade (admito que não curtia muita essa matéria hahaha), tive a ideia de fazer esta “terrine” (so que sem terrine e que mais lembra uma mortadela só que mais gostosa) de frango, pensando em quem ainda não largou os embutidos (Alô peito de peru/blanquet!! Vocês não são saudáveis) e quem, como eu, sente falta de mais opções salgadas para acompanhar os lanches!

2015/01/img_7309.jpg

Para começar vou explicar um pouco os termos. Garde Manger é a parte da cozinha fria dentro de uma cozinha, responsáveis pelas saladas, canapés, coqueteis etc, todas as preparações são servidas frias.
A terrine, mencionada acima é, não só o nome da preparação, como também o nome do recipiente onde é feita essa preparação, que lembra uma forma de bolo ingles, digamos assim, mas é de porcelana. O prato Terrine pode ser feito de qualquer carne é como um patê assado (ou não) podendo também conter camadas.

Bem, explicado um pouco essa parte gastronômica, vamos a receita super mega fácil de fazer!

Ingredientes:
1 1/2 peito de frango cru (orgânico de preferência, se estiverem muito pequenos, use dois)
2 colheres de sopa de óleo de coco (ou outro)
1 pedaço de 2 dedos de pimentão vermelho
1 punhado de cebolinha
1colher de chá de páprica doce
1colher de chá rasa de sal
1/3 peça de tofu defumado ralado (usei para dar o sabor leve de defumado, é opcional! Você pode usar também paprica defumada para isso)
1 colher de sopa de chia

Modo de preparo:
Corte o frango em pedaços e coloque no processador ou liquidificador. Bata primeiro e depois adicione os outros ingredientes e bata junto.
Para assar:
Disponha a massa em cima de um pedaço de papel manteiga ou papel alumínio e enrole, aperte bem as pontas e enrole bem (como um bombom).
Leve para assar em forno pré-aquecido em fogo algo por cerca de 20 minutos.
Retire, abra o pacote e deixe esfriar.
Guarde na geladeira por até 5 dias ou congele um pedaço para consumir depois e aumentar o tempo de duração

* você pode usar os temperos que quiser! Cebola, alho, alho poró, azeitonas, orégano, açafrão etc etc etc!

Espero que gostem!! Me contem depois! Beijos!!